10182.png
Glossário

 

Dicionário de termos e siglas

 

ABS (Acrylonitrile Butadiene Styrene) - Acrilonitrilo-butadieno-estireno é um co-polimero de plástico, matéria prima actualmente utilizada para fabricar a esmagadora maioria dos elementos produzidos pela LEGO (ver também CA).

AFFOL (Adult Female Fan Of LEGO) - Significa adulto do sexo feminio, fã ou utilizador de LEGO.

AFOL (Adult Fan Of LEGO) - Significa adulto fã ou utilizador de LEGO.

BFOL (Baby Fan Of LEGO) - Significa um bebé fã ou utilizador de LEGO (neologismo do Conchas).

AKA – Acrónimo de “Also Known As”, o que significa "também conhecido como".

Baseplate - Placa em cima da qual se fazem outras construções. Mais fina do que as plates. Geralmente grande e pode chegar a medir 48x48 studs.
Existem três tipos de plates:
lisa, com relevo (Raised Baseplate) ou sobre-elvada e de estrada.

BL – Abreviatura por vezes utilizada para referir o BrickLink.

Bley (ou Blay nos US) – Expressão vulgarmente utilizada para referir os novos cinzentos, introduzidos pela LEGO em 2004. O termo aparece porque estes apresentam um tom azulado em vez do tom amarelado característico dos cinzentos anteriores e foi portanto utilizada a contracção das palavras inglesas “Grey” (“Gray”, US) e “Blue”. É utilizada tanto para referir tanto o cinzento claro (Light-bley) como o cinzento escuro (Dark-bley).

Brick (Tijolo, Pedra, Peça) - É a peça básica da LEGO. Pode ser referido também como unidade de medida de altura. Um Brick corresponde a 3 plates de altura ou seja aproximadamente 9,5mm ou 24 LDU (sem contar com os studs).

Brick 1 x 2 x 2 - Os valores correspondem à largura, comprimento e altura respectivamente. A largura e o comprimento são medidos em studs (8mm) e a altura em bricks (cerca de 9,5mm ou 1,2 studs). Quando o terceiro valor é omisso, a altura é de 1 (brick). Exemplo de um brick 2 x 4.

BS – Abreviatura por vezes utilizada para referir o Brickshelf.

BURP (Big Ugly Rock Piece) – “Peça Grande e Feia” também conhecida como “Gray Rocket Panel Rectangular”. A
imagem fala por si.

Bulk – Geralmente um lote de peças do mesmo tipo (não necessariamente iguais) colocado à venda.

CA (Cellulose Acetate) – Material anteriormente utilizado pela LEGO para produzir os seus elementos. Foi abandonado nos anos 60 e substituído pelo ABS, por ser um plástico pouco estável com grande tendência a deformar de forma irreversível com o passar do tempo.

CAD (Computer Aided Design) - “Desenho Assistido por Computador”, uma técnica ou ferramentas de software também utilizados com modelos de peças LEGO, para produzir construções digitais e virtuais.

Dark Age - Designa o período em que os AFOLs se afastam do LEGO, normalmente compreendido entre a juventude e a idade adulta.

ECI (El Corte Inglês) – Cadeia de lojas Espanhola com presença em Portugal e que também vende produtos LEGO. É digna de referência neste glossário, por ser das poucas que apresenta normalmente um bom sortido de sets em Portugal.

FBTB (From Bricks To Bothans) – Trata-se de um website/fórum que se dedica essencialmente ao tema Star Wars (os Bothans são uma raça do universo SW, conhecidos por serem bons espiões).

GBC (Great Ball Contraption) – Designa um conjunto de construções desenvolvidas modularmente e cujo objectivo consiste em fazer passar um conjunto de bolas (geralmente futebol ou basquetebol) através das mesmas e a uma cadência defendia.
O termo “Contraption” significa máquina ou equipamento de aspecto estranho e relaciona-se com as máquinas de “Rube Goldberg”, que ilustram um dispositivo extremamente complexo capaz de executar uma tarefa muito simples de modo complexo e indirecto.
Os módulos GBC são construídos com base nestes princípios e atendem a um conjunto de normas propostas por Steve Hassenplug e Brian Davis, com vista a garantir a modularidade e interface entre os mesmos. Por outro lado
cada módulo pode ser tão simples ou complexo quanto o construtor desejar. Mais informação pode ser consultada neste link.

GKC - Iniciais de 'Godtfred Kirk Christiansen', filho de OKC que lhe sucedeu ao comando do destino da empresa.

HOG (Hand of God) - Meio de actuar sobre um set, geralmente TECHNIC, usando uma característica deste que um modelo real não teria. Exemplos de controlos actuados por Hand of God são a manivela que faz girar o rotor de um helicóptero, e o “volante” no topo de um automóvel que faz virar as suas rodas.
Existem sets de carros em que tanto o volante como o “Hand of God” são funcionais, outros em que apenas o “Hand of God” faz actuar a direcção.
Outra utilização para esta expressão tem a ver quando movemos (brincamos com) as minifigs e elas “pensam” que se movem por acção divina. Esses movimentos podem representar movimentos reais ou impossíveis na realidade (imaginários), tais como movimentos que não são possíveis a um humano.

HO 1:87 Scale – É a escala mais popular em termos de modelos de comboios e tal como indicado corresponde a 1:87. O nome “HO” deriva do facto de esta escala ser aproximadamente metade da “0 scale”, ou “0 Gauge”.
Esta foi também a escala utilizada pela LEGO entre 1955 e 1966 na produção dos seus veículos que em nada se pareciam com o LEGO que conhecemos actualmente, pois eram constituídos quase que por peças únicas. Podem ver aqui alguns exemplos.

IMHO (In My Humble Opinion) – Abreviatura normalmente utilizada nos fóruns onde se escreve em língua Inglesa. Traduz-se para, "na minha modesta opinião".

ISD (Imperial Star Destroyer) - Refere-se a uma nave da saga Star Wars, e um dos maiores sets de sempre da LEGO (10030) mas também com uma versão à escala minifig (6211).

IR (Infra Red) – Designa a tecnologia de “Infra-vermelhos” utilizada por exemplo em alguns controlos remotos LEGO (ver também RC).

Jet-LEGO - Designa o estado de desequilíbrio entre o ritmo biológico do organismo humano e os indicadores externos ambientais que normalmente lhe servem de referência, causado por muitas horas de montagem/construção de lego até altas horas da noite...
Entre outros sintomas: (imediatos) perda de fome, sede, sono e outras necessidades fisiológicas, dormência das pernas, vista cansada e desfocada, dores nas costas; sintomas mais prolongados: alterações nas rotinas de sono, sensibilidade à luz solar, sonolência, etc... (adaptação do conhecido termo Jet-Lag por Vasco Serranho).

KKK - Iniciais de 'Kjeld Kirk Kristiansen', actual dono do grupo LEGO (TLG) e que faz parte da terceira geração da "família LEGO", depois de OKC e GKC.

KFOL (Kid Fan Of LEGO) - Significa uma criança fã ou utilizadora de LEGO. Refere-se normalmente a uma criança que brinca com LEGO como tantas outras, mas para além disso mantém um contacto com a comunidade AFOL através de diversos meios (fóruns, eventos, etc...).

L – Unidade LEGO, correponde à largura de um brick 1 x 1 ou seja 8mm ou 0,315” o que é por vezes aproximado a 5/16” (0,3125”).
É uma designação actualmente evitada, devendo-se utilizar uma sua subdivisão em substituição (ver LDU).

L Gauge – Termo não oficial para designar os comboios feitos em LEGO. Está intimamente relacionado com a largura definida para as linhas standard e consequentemente a largura dos comboios medida em studs que circulam sobre as mesmas em escala minifig. Essa largura varia geralmente entre 6-wide e 10-wide.

LA (LEGO Ambassadors) – ‘Embaixadores LEGO’, designa um programa oficial da TLG que visa aproximar a empresa da comunidade AFOL que a suporta e o público em geral. É uma forma de passar informação directamente à comunidade de forma privilegiada e ao mesmo tempo ouvir a opinião e anseios desta. Espera-se ainda que os embaixadores desempenhem um papel activo, na dinamização dos fóruns sobre LEGO ou outros meios equivalentes, na organização de eventos, etc...

LCD - Utilisado para referir o programa "LEGO Community Development".

LCP (LEGO Certified Professionals) – ‘Profissional Certificado LEGO’, designa um programa oficial da LEGO, que reconhece a competência de AFOLs que se dedicam de uma forma profissional (a tempo total ou parcial) ao desenvolvimento de construções LEGO.

LEGO - Em 1934, o fundador da LEGO, Ole Kirk Christiansen, lançou entre os seus empregados um concurso para definir um novo nome para a empresa, onde iria presentear a pessoa que tivesse a melhor ideia com uma garrafa de vinho. Acabou por preferir a ideia proposta pelo próprio: LEGO, que vem do Dinamarquês leg godt e que se traduz em Inglês para “Play Well” ou "Brincar Bem" em Português. Mais tarde veio-se a descobrir que em Latim, “LEGO” pode também ser traduzido como "I put together" ou "I assemble".
LEGO escreve-se oficialmente sempre em letras maiúsculas. A companhia reclama que para proteger o nome da marca, a palavra LEGO, deve ser sempre utilizada no singular (nunca LEGOs) e como adjectivo, tal como em "LEGO set", "produtos LEGO", "universo LEGO" e assim por diante. Apesar de tudo estas recomendações corporativas são frequentemente ignoradas e a palavra LEGO é vulgarmente utilizada não só como um substantivo para se referir aos LEGO Bricks, mas também como termo genérico que se refere a qualquer espécie de peças que se podem interligar em brinquedos.

LEGOLAND – Nome dos parques temáticos construídos pela LEGO e que se situam em: Billund, Windsor, Deutschland (Günzburg) e Califórnia (Carlsbad, USA).
Estes parques já não são hoje em dia geridos nem possuídos directamente pela TLG.

LDraw - É um programa de CAD que permite ao utilizador criar modelos e cenários virtuais com peças LEGO. Foi originalmente criado por James Jessiman e depois actualizado e complementado por outros. Nomeadamente foram disponibilizados outros programas como o MLCad (desenvolvido por Michael Lachmann's), um GUI que utiliza a livraria de componentes LEGO do LDraw, e outros programas que permitem por exemplo criar imagens realistas raytraced dos modelos criados em CAD (ex. POV-Ray).

LDD (LEGO Digital Designer) – É a resposta da LEGO a sistemas como o LDraw que permitem construir modelos virtuais de sets LEGO. A LEGO desenvolveu tb o negócio Factory em torno desta facilidade ao aceitar que os utilizadores façam o upload do ficheiros com as suas construções e encomendem directamente online, uma caixa de LEGO personalizada com a sua construção.

LDU (LDraw Unit) – Subdivisão de L utilizada para especificar dimensões de peças.
20LDU = 1L. Esta unidade é preferida relativamente à utilização de ‘L’.
Expresso em LDUs, cada brick mede 24 LDU de altura e cada plate 8 LDU também de altura.

LUG (LEGO Users Group) - Grupo de utilizadores de LEGO - Esta sigla começou como Linux User Group (referente ao sistema operativo Linux) mas foi adaptada e vulgarizou-se agora entre muitas das comunidades dedicadas ao LEGO, que a utilizam após o nome do país ou localidade. Exemplo: ITLUG - Itália; BELUG - Bélgica; PLUG – Portugal; MichLUG – Michigan (US).

LUGNET (LEGO Users Group Network) - Rede de Grupos de Utilizadores de LEGO (LUGs). www.lugnet.com

LURP (Little Ugly Rocky Piece) – “Peça Pequena e Feia” também conhecida como “Gray Rocket Panel Triangular”. A
imagem fala por si.

LS (LEGO Spouse) - Salvo raras e honrosas excepções os AFOL são geralmente do género masculino. Sendo no entanto muitas vezes acompanhados em eventos da especialidade pelos seus correspondestes KFOL e LS (... ou namoradas).

LTC (LEGO Train Club) - Normalmente usado como sufixo, é um grupo local de fãs (utilizadores) de comboios LEGO. Exemplo: GBLTC - Itália; FGLTC - Alemanha; ILTCO – International LEGO Train Club Organization.

Microscale – Técnica de construção em quesão utilizadas peças LEGO para construir scenarios em escala muito reduzida e bastante inferior à minifig scale.

Minifig / Mini Figure - É o boneco LEGO, usado na maioria dos conjuntos SYSTEM. Não confundir com a linha Jack Stone. Os minifigs apresentam uma escala aproximada de 1:50.
Este tipo de figuras sofreu diversos melhoramentos ao longo dos anos, sendo que actualmente possui, pernas, braços e mãos articuladas. Desde há alguns anos que as cabeças dos mesmos passaram a conter expressões mais realistas e variadas, para além do tradicional sorriso e que são também apresentadas em cores mais realistas como o flesh, light flesh e brown.

Minifig Scale – Escala de construção baseada nas dimensões do minifig cuja escala é 1:50.
Atenção que estamos a falar de uma escala aproximada e não necessariamente uniforme. Ou seja existe normalmente uma correspondência em altura, podendo tudo o resto ser representado de forma mais compacta em superfície. Nomeadamente omitindo determinados pormenores como determinadas divisões ou espaços de uma casa edifício etc... ou representado espaços em áreas mais pequenas do que a referida escala.

Miniland – Área comum aos diversos parques LEGOLAND, onde se representa uma cidade construída apenas com peças LEGO “standard” (i.e. não demasiado específicas ou modernas) e utilizando uma escala que é consideravelmente superior à escala minifig. Apenas como termo de comparação, os comboios na Miniland andam na ordem do 18/20-wide, enquanto que os comboios comercializados pela LEGO à escala minifig são 6-wide.

Miniland Scale – Escala de construção, correspondente às construções da Miniland (ver Miniland).

MISB (Mint In Sealed Box) - Um conjunto (set), ainda na caixa original, fechada e selada (intacta ou imaculada). Sets nestas condições que já não são comercializados à alguns anos, podem atingir no mercado valores elevados.

MOA (My Own Adapatation) – Significa “A Minha Própria Adaptação” e refere-se a um set que sofreu algumas alterações, mas geralmente feitas apenas com peças do próprio set, mantendo-se muito próximo do desenho original. É este facto que distingue a pequena diferença destes para um MOD (ver à frente).

MOC (My Own Creation) - Sigla referente às criações originais de AFOLs ou KFOLs feitas com elementos LEGO.

MOD – Sigla geralmente utilizada para referir conjuntos LEGO originais sobre os quais se fazem algumas alterações. Normalmente mantém-se reconhecível o conjunto original, que sofre apenas algumas alterações como modificações de cores em partes do mesmo, inclusão de detalhes adicionais ou mesmo ampliações dentro do estilo original. É também referido por alguns como "My Own Design".

MSRP (Manufacturer’s Suggested Retail Price) – Preço recomendado de venda ao público de um set. Na realidade depois de algumas acções legais, a LEGO não define este preço.
Pode contudo ser interpretado de forma igualmente correcta, como “Mean Store Retail Price”, ou preço médio de venda ao público.

NLP (Non LEGO Person) - Termo utilizado para alguém que não esteja familiarizado com a terminologia LEGO, sets (conjuntos) ou técnicas de construção.

OKC - Iniciais de 'Ole Kirk Christiansen' que fundou a empresa LEGO em 1932, apesar de não ter ainda este nome por essa altura.

PaB (Pick-a-Brick) – Refere-se a uma modalidade de venda existente nalgumas lojas da LEGO (infelizmente não existente em Portugal), na loja online da LEGO (Shop@Home) ou nas lojas dos parques temáticos LEGOLAND. Aí o comparador pode adquirir peças avulso e de acordo com as suas necessidades específicas de peças e cores. O pagamento é depois feito consoante os casos, ao peso ou por recipiente cheio.

Plate (Placa) - São as peças LEGO que tem um terço da altura dos bricks. Exemplo de uma plate 2 x 4.

Plate 1 x 2 - Placa com 1 stud de largura e 2 studs de comprimento ou seja, 8 por 16mm.

PLUG – “Portuguese LEGO Users Group” ou “Associação Portuguesa de Utilizadores de LEGO” (Ver LUG).

PPP (Preço por Peça ou Price per Part) - Designação utilizada normamlmenteem reviews de sets, para traduzir o preço do mesmo em termos de custo por peça, naturalmente tendo por base o número de peças que compõem o set. Trata-se assim de uma forma simples de comparar o preço entre sets, embora a utilidade desta informação dependa também do conhecimento sobre a inclusão num dado set de peças específicas e mais caras por natureza.

RBP (Raised Base Plate) - Baseplate com relevo ou sobrelevada, como neste exemplo.

RC (Remote Control) – Refere-se aos sistemas de controlo remoto utilizados pela LEGO e que permitem controlar remotamente alguns dos seus produtos. Os controlos remotos dividem-se em duas categorias, de acordo com a tecnologia que utilizam: Infra-vermelhos (ver IR) e Rádio Frequência.
Vêem-se por exemplo comandos IR, no Mindstorms RCX, nos comboios RC e mais recentemente nas Power Functions. Os comandos de rádio frequência aparecem por exemplo em carros telecomandados, do tema Racers

RIS (Robotics Invention System) – Nome da primeira geração de Kits LEGO Mindstorms.

Roadplate – Elemento semelhante a uma base plate, mas com uma parte lisa (i.e sem studs) e estampada que pretende representar um troço de estrada. Existem em diversas configurações. Mais comummente são placas de 32x32 com rectas, curvas a 90º, curuzamentos ou entroncamentos ‘T’.

Set - Conjunto vendido pela LEGO, com uma referência própria.

S@H (Shop At Home) - Loja virtual online da LEGO.

SNARL (Studs Not At Right angLe) - Refere-se a uma técnica de construção utilizada por exemplo em edifícios, castelos, etc... que permite construir paredes/blocos em ângulos vários, i.e. fora do alinhamento quadrangular normalmente permitido pelos studs nas baseplates LEGO.

SNOT (Studs Not On Top) - Técnica de construção em que as peças são utilizadas com uma orientação fora do normal, i.e. em que os studs nem sempre estão voltados para cima, coexistindo peças com orientações diferentes.
Um artigo muito interessante sobre SNOT e as proporções dos brick LEGO, pode ser encontrado neste
link do ILTCO (Existe também na ILTCO Library uma versão em PDF).

STAMP (Stick Across Multiple Pieces) - Utiliza-se quando um autocolante é aplicado sobre mais do que uma peça. Normalmente técnica vista com maus olhos pelos AFOLs.

Stud - Em Português é designado por "pino" ou, em alguns catálogos mais antigos, "espiga". Em Inglês pode tb ser referido como “knob”.
Também utilizado como equivalente de unidade de medida, para determinar a largura e comprimento de outras peças.

Studless - Peça ou técnica de construção sem studs. Particularmente utilizada em muitos (ou quase todos) dos mais recentes sets da linha TECHNIC. Gera também alguma controvérsia e divisão de opiniões ou gostos, entre a comunidade AFOL.
Não confundir com SNOT que é uma técnica de construção que nada tem a ver com studless conforme frequentemente e erradamente entendido.

TECHNIC Beam / Beams - São peças da linha TECHNIC com a forma de traves (a não confundir com os
TECHNIC Bricks, ver mais abaixo), com um ou ½ stud de largura e possuem 'buracos' que as atravessam. São perfeitas para os axles (eixos), conectores e muitas outras peças. Geralmente apresentam um comprimento com um número ímpar de studs e variadas formas (em 'L' ou outros ângulos como 65º), possuem os extremos arredondados e são studless. Exemplo 1; Exemplo 2; Exemplo 3; Exemplo 4 e Exemplo 5.
Não é contudo clara a distinção entre TECHNIC Beams e TECHNIC Liftarms, encontrando-se frequentemente online as mesmas peças designadas de formas diferentes ou pelo menos pouco coerentes.

TECHNIC Bricks - São bricks com 1 stud de largura e 1 brick de altura, perfurados para serem atravessados por pins ou eixos.
Exemplo de um TECHNIC Brick 1 x 6.

TECHNIC Liftarm - Um liftarm é uma peça de ligação que é utilizada para ligar eixos, beams e outros liftarms em conjunto. São úteis para transferir movimento de um ponto para outro. Ver contudo a definição de TECHNIC Beam acima.

Tile - Equivalente a uma plate lisa, i.e. sem studs. Exemplo de uma Tile 1 x 2.

TOPLESs (Tile or Plate Located between Enough Studs) – Mais uma técnica de construção, também conhecida por “Tile or Plate Between Studs” ou “Tile or plate placed verticaly between studs”.
Um artigo muito interessante sobre TOPLESs, pode ser encontrado neste
link do ILTCO (Existe também na ILTCO Library uma versão em PDF).

TLC (The Lego Company) – Abreviatura para o nome oficial da empresa “The LEGO Company”, que a mesma utilizou entre finais dos anos 90 e 2004.

TLG (The Lego Group) – Desde o inicio dos anos 80 (talvez até mesmo antes) que o colectivo de empresas era referido nas brochuras como, “The LEGO Group of Companies”. Portanto muitos AFOLs chamavam-lhe TLG. No final dos anos 90 o grupo decide mudar o nome oficial para “The LEGO Company” e passo então a ser conhecida por TLC. Mais tarde em 2004 num esforço para harmonizar as holldings do grupo, a empresa decide retomar oficialmente o nome “The LEGO Group” e os fãs são actualmente encorajados a utilizar o acrónimo TLG.

TRU (Toys’r Us) - Cadeia de lojas de brinquedos vulgarmente referenciada quando se fala em lojas que vendem LEGO. É habitual esta cadeia de lojas ter alguns sets exclusivos com base em acordos feitos com a LEGO, que fazem com que os mesmos não sejam encontrados noutras lojas (além da Shop@Home).

UCS (Ultimate Collector Series) - Termo utilizado vulgarmente para designar sets destinados a coleccionadores, nomeadamente alguns sets Star Wars com um nível de construção avançado.

Vignette – Refere-se a uma cena representada e construída com peças LEGO sobre uma base de pequenas dimensões (geralmente equivalente a 6x6 or 8x8).

WIP (Work In Progress) - Traduz-se para "trabalho em progresso" e designa por exemplo quando um MOC ainda não está terminado mas ainda assim o seu autor decide mostrar o mesmo em fase preliminar ou de construção.

X-wide - Refere-se à largura padrão de um modelo de veículo (carro, camião, comboio,), medida em studs, onde o X é substituído pelo respectivo número. Por exemplo, os carros do tema Cidade eram 4-wide (ou simplesmente 4-w) enquanto os comboios são geralmente 6-w, embora os AFOL também os façam em 7 e 8-wide.

 
Produzido por Openbase TI